O Angustiante Retrato Pintado pelo Pink Floyd não Pode Representar Nossas Vidas

Em 1973, a banda inglesa Pink Floyd lançou seu disco de maior sucesso, “The Dark Side of the Moon”. Ao longo de suas faixas, as angústias do ser humano devido às pressões do dia-a-dia foram escancaradas.

pink-floyd-dark-side-of-the-moon

Capa do disco “the Dark Side of the Moon” do Pink Floyd

O ápice, em minha opinião, é a música “Time”. A letra é melancólica e nos faz refletir sobre o sentido de nossas vidas. Assista ao vídeo gravado em 1994.

Ticking away the moments that make up a dull day
You fritter and waste the hours in an offhand way.
Kicking around on a piece of ground in your home town
Waiting for soemone or something to show you the way.

Tired of lying in the sunshine staying home to watch the rain.
You are young and life is long and there is time to kill today.
And then one day you find ten years have got behind you.
No one told you when to run, you missed the starting gun.

So you run and you run to catch up with the sun but it’s sinking
Racing around to come up behind you again.
The sun is the same in a relative way but you’re older,
Shorter of breath and one day closer to death.

Every year is getting shorter never seem to find the time.
Plans that either come to nought or half a page of scribbledlines
Hanging on in quiet desparation is the English way
The time is gone, the song is over,
Thought I’d something more to say.

Quem não deseja, de vez em quando, que o tempo passe mais rápido? Quem não tem vontade de passar um dia ou uma semana sem fazer nada? Quem nunca teve a sensação de que perdeu um dia, um mês ou um ano da sua vida? Quem não passa por momentos em que se sente um mero passageiro na sua própria vida? Quem nunca se achou velho demais para fazer alguma coisa que sempre gostou ou sempre sonhou em fazer?

Se você, neste momento, sentir vontade de acabar com a sua vida. Por favor, não faça isto! Não consegui te convencer? Então, em primeiro lugar, saia deste blog. Apague o histórico da Internet e desligue o computador. Não quero ver o William Bonner no Jornal Nacional, dizendo que eu causei um suicídio.

Deixando de lado as brincadeiras, o que eu gostaria de dizer, mais uma vez, é que nós devemos pilotar nossas vidas. Sei que existem milhões de fatores externos que não controlamos, mas, por outro lado, existem centenas que estão em nossas mãos. Vamos manter nossa angústia sob controle em relação ao que não temos como influenciar. Planejaremos o que está dentro de nosso círculo de influência e vamos viver nossas vidas da melhor forma possível.

A definição dos seus valores e das coisas importantes na sua vida é um bom ponto de partida.

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Geral, linkedin, Música

2 Respostas para “O Angustiante Retrato Pintado pelo Pink Floyd não Pode Representar Nossas Vidas

  1. J. C. Di Paolo

    Vicente, sou fã do Pink Floyd (há pelo menos 35 anos), e confesso que nunca dei muita atenção p/ as letras, especialmente as “assinadas” pelo Roger Waters), pois a “psocodelia melancólica” dele(s) nunca me pareceu lá muito “up” mesmo. De qquer. maneira, “tirante” as angústias expressas nas letras (que é uma representação “artística” de um, ou mais sentimentos do(s) autor(es)) gostaria de deixar-lhe uma mensagem (oração ecumênica, não Católica) que talvez melhor nos auxilie a ultrapassar os sentimentos que a música expressou. Chama-se “Oração da Serenidade”, e diz: Concedei-nos Senhor, a SERENIDADE necessária para aceitar as coisas que não podemos modificar; CORAGEM para modificar aquelas que podemos, e SABEDORIA para podermos distinguir, umas das outras. Forte e fraterno abraço!

    Curtir

    • Di Paolo,

      Grato pela colaboração!

      Fortalecer o nosso lado espiritual é fundamental para ter a SERENIDADE necessária para aceitar as coisas que não podemos modificar; CORAGEM para modificar aquelas que podemos, e SABEDORIA para podermos distinguir, umas das outras.

      Grande abraço.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s