Arquivo da tag: Cancun

Júlia – 10 Anos – Como Tudo Começou

Hoje nossa filha Júlia completa 10 anos. Pelo significado da data, gostaria de contar o susto e a primeira grande emoção que tivemos ainda antes do seu nascimento.

Eu e a Claudia já estávamos juntos há quase cinco anos, quando decidimos que teríamos um filho. No início de 2007, “encomendamos” o nenê. Ele ou ela nasceria em outubro.

O ano de 2006 foi um período de muito trabalho para mim. Muita coisa deu errado no ano anterior, mas em 2006 tudo deu certo! A empresa deu um prêmio para os profissionais que mais se destacaram no ano e eu ganhei uns dias com a Claudia em um hotel cinco estrelas em Cancun no México. A primeira ecografia estava marcada para a primeira semana após nossa volta ao Brasil.

hotel fiesta americana grand coral beach cancun

Hotel Fiesta Americana Grand Coral Beach em Cancun

 

Como não havia voos diretos a Cancun, voamos de Porto Alegre a São Paulo, onde pegamos o avião para Miami, de onde saiu o voo até nosso destino final. Tudo correu bem até nossa escala em Miami, nos Estados Unidos. O tempo para a conexão era relativamente curto e as filas na imigração americana eram longas. Chegamos no portão de embarque do voo para Cancun poucos minutos antes do embarque.

Entramos no avião, nos acomodamos, quando a Claudia deu uma notícia terrível:

– Estou sangrando…

Ela foi ao banheiro do avião e retornou em seguida, dizendo que realmente havia sangrado bastante, o que seria sinal de aborto. Decidimos viajar mesmo assim para Cancun, porque lá teríamos apoio da empresa onde trabalhava. Ligamos para o Aurélio, um colega que ganhou o mesmo prêmio e já estava no México, e sua esposa, Cristina, que é obstetra. Ela conversou com a Claudia e preparou o atendimento médico para nossa chegada.

A situação manteve-se estável durante a decolagem e o voo. Após pouco mais de uma hora e meia, pousamos em Cancun. No momento do pouso, a Claudia falou para mim que parecia que havia “descido” tudo. Foi novamente ao banheiro do avião e contou na volta que saiu muito sangue e um grande coágulo. Concluímos que perdemos nosso bebê. Ficamos muito tristes, enfrentamos as longas filas da imigração mexicana, pegamos nossa mala e saímos para a área de desembarque.

Cristina estava nos esperando e fomos para um hospital em Cancun. Na chegada, fizemos todos aqueles procedimentos padrões, preencher formulários, responder perguntas, medições de temperatura e pressão arterial. Um médico jovem chegou falando em inglês que o único profissional disponível para a ecografia só falava espanhol. Este é um ponto curioso da história, porque como os mexicanos não entendem bem português, acham que não entendemos espanhol.

Fomos conduzidos até o consultório da ecografia, prepararam a Claudia para o exame e o médico, responsável pelo exame, entrou na sala. A primeira imagem que surgiu na tela foi a silhueta perfeita de um bebê. Foi uma tremenda surpresa! Achávamos que não veríamos mais nada, mas lá estava um bebê imóvel. Não sabíamos se estava vivo. Claudia pediu em um portunhol perfeito:

El corázon?!?

O médico fez apenas um sinal tranquilo com a mão, pedindo um pouco de paciência. Ele parecia fazer uma ecografia de rotina. De repente nosso bebê começou a se mexer. Júlia se mexeu!!! Choramos de alegria… Foi a primeira grande alegria que a Júlia nos deu!

Juju

Júlia

Anúncios

4 Comentários

Arquivado em Geral