O Quadragésimo Quarto e as Meias para Aquecer os Pés

Mais um Gre-Nal decidiu o campeonato gaúcho de futebol no domingo passado. Uma velha rotina… Uma hora antes do início do jogo liguei a televisão e coloquei num destes programas esportivos que debatiam as possibilidades de cada clube nas finais dos principais campeonatos estaduais brasileiros. Quando faltavam uns quinze minutos, localizei o canal do pay-per-view onde o jogo passaria.

Os times entraram no gramado do Beira-Rio e as escalações foram apresentadas. Meus pés estavam desagradavelmente gelados. A temperatura ambiente mais baixa não justificava aquela condição. A expectativa do jogo e a influência do pessimismo do meu filho estavam congelando meus pés. A história era parecida em 2006, primeira final de campeonato que nós dois assistimos juntos no estádio. O primeiro jogo das finais acabou empatado em 0x0 no estádio do Grêmio, da mesma forma que em 2015. Naquela ocasião, no jogo de volta no Beira-Rio, ganhávamos a partida até quase o final quando sofremos o empate e perdemos o campeonato, porque o Grêmio fez um gol fora de casa (chamado saldo qualificado). Isto deve ter gerado um trauma esportivo no meu filho, com dez anos na época.

Decidi ir ao quarto antes do jogo começar e escolher um par de meias. Cuidei para que não houvesse nenhum sinal de azul e, pelo menos, algum detalhe vermelho. Superstição boba, mas por que arriscar? Voltei para a sala e vesti as meias. Olhei para meus pés e lembrei-me do meu pai. Podia ser um dia quente de verão, mas toda vez que nos juntávamos para ouvir os jogos do Inter no rádio, ele botava meias para esquentar os pés gelados. Naquele momento, além dos pés, senti meu coração aquecer, motivado por uma saudade gostosa, alegria, paz…

Meias

Isto não evitou que eu xingasse o juiz durante a partida, gritasse loucamente nos gols do Colorado e ficasse apreensivo com a escassez da vantagem. Afinal o Grêmio novamente estava a um gol do título, como em 2006. Mas o resultado final não poderia ser outro – Inter mais uma vez campeão gaúcho, quadragésima quarta conquista estadual, com mais uma vitória sobre seu maior rival.

Inter Pentacampeão Gaúcho 2015  [Fonte: GloboEsporte.com]

Inter Pentacampeão Gaúcho 2015     [Fonte: GloboEsporte.com]

Mas se me perguntarem qual foi a sensação mais prazerosa da tarde, eu responderei, sem nenhuma dúvida, foi o momento no qual olhei meus pés com as meias e as memórias do meu pai voaram dentro da minha cabeça.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Esporte, Inter, Psicologia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s