Carta de um Suicida

A carta a seguir foi encontrada ao lado do corpo sem vida de um homem de meia idade.

A depressão é minha companhia mais frequente. Costumo ficar sozinho com ela durante horas, dias… Muitas vezes miro no fundo de seus olhos. Nestes momentos, meu coração dói.

Em algumas ocasiões, tiro a atenção sobre ela, assistindo a um filme ou algum jogo de futebol, mas, tão logo a diversão acaba, lá está ela mais firme e forte junto a mim.

Outras horas, eu corro, como se estivesse fugindo dela. E ela fica para trás… Mas, quando termina a corrida, e eu volto para casa, sinto-me como a lebre da fábula que sabe que a tartaruga não desistirá e, inevitavelmente, a alcançará. E ela me alcança…

Em algumas noites, bebo cerveja ou vinho. Parece que, por algum tempo, minha visão se turva e eu paro de enxergá-la com clareza. A depressão transmuta-se em um vulto indefinível, mas, quando o entorpecimento causado pelo álcool passa, sua imagem volta a ficar nítida e parece ainda mais poderosa.

Meu vazio preenche tudo! E a minha rotina diária não preenche nada, só alimenta o vazio.

Há dias melhores; outros, piores! Mesmo os dias melhores são insuficientes…

Decidi abreviar tudo. Eu sou o único responsável pelo sofrer e pela libertação.

Atenção! Esta carta é fictícia, mas é a expressão do que muitas pessoas sentem atualmente. A depressão ataca parcelas cada vez mais expressivas da população. Como perceber seus sinais e não se entregar? Converse com seus amigos de verdade, normalmente são poucos. Se estiverem distantes, use qualquer meio eletrônico para contatá-los e abra seu coração. Procure ajuda especializada, faça terapia. Vá atrás das causas de seu sofrimento. Pratique algum esporte e evite drogas lícitas ou ilícitas. Lute contra esta inimiga silenciosa!

Deixe um comentário

Arquivado em Ética, Geral, Gestão de Pessoas, linkedin, Psicologia, Saúde

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.